Ele voltou!

16/08/2017

SEGA lança Sonic Mania para consoles e traz de volta um mundo de nostalgia

Uma pergunta feita em boa parte das entrevistas profissionais, localizadas para cargos e empresas que exploram conhecimentos gerais em seu candidato é a preferência deles por Mário ou Sonic. Afinal, os personagens de videogame que deram o ar da graça na década de 90 marcaram não só a boa fase das crianças e adolescentes da velha guarda, mas souberam lidar com o mundo atual, gerando um certo frisson quando algumas estampas em produtos licenciados se apresentaram nas vitrines de importantes centro de compras por todo o planeta.

Agora, com 26 anos de vida, o ouriço mais rápido das telas retorna aos consoles em Sonic Mania, um jogo que remete às raízes clássicas de 2D side Scrolling ou side-scroller, expressão usada para jogos de câmera lateral. E o material é bom demais, principalmente no recordar do jogo bem elaborado (agora aprimorado), sem perder a "crocância" dos gráficos 16 bits.

Como uma homenagem a todos os jogos do personagem, o novo game agora 12 zonas, divididas em clássicas Chemical Plant, até aos novos cenários, como Studiopolis e Mirage Saloon.

Sonic agora parece ter mais movimento, porém é quase imperceptível, já que a sua produtora preferiu mante-lo em seu habitat natural, assim como a imersão do jogador nela. Então, em pouco tempo de gameplay, o jogador sente que nada mudou expressivamentw, a não ser os controles atuais, quais inclinamos joga-lo no direcional (ou "cruzeta") ao invés dos botões analógicos. Já no console Nintendo Switch (quem disse que ele não estaria ali?), a coisa flui que é uma beleza.

Com sonorização de tirar o fôlego dos nostálgicos e muitas fases bônus, que colocam sua jogatina em diversas câmeras inspiradas em outros títulos, Sonic Mania chegou esta semana para Playstation 4, Xbox One e Nintendo Switch baratinho.