Diversão e ação misturam-se em Agents of Mayhem

18/08/2017

Novo jogo da Volition explora habilidades em personagens com lastros de Overwatch. Mas nem tudo é perfeito na base da ironia e humor

Não da pra dizer que é um jogasso, pois o novo título da Volition prometia muito antes do seu lançamento, com alguns anúncios interessantes sobre personagens em uma atmosfera colorida e rodeava na base de Saints Row, o jogo de maior sucesso da equipe em questão. Mas Agents of Mayhem é uma entrega razoável, com humor "quase" na medida certa, não fosse alguns deles sem nexo.

O trabalho feito em parceria com a Deep Silver até que rendeu frutos de ansiedade durante a reta final para seu lançamento, quando foram publicados todos os seus personagens com singulares ataques e ativações, além da administração do player em controlar mais do que apenas um ao mesmo tempo.

Seguinto exatamente a mesma linha de Overwatch, temos a condição de botões de mira, habilidades especiais e uma em específico mais aprimorada, capaz de virar o jogo ao seu favor. E quase nenhuma delas convencionais, já que aqui tratamos de um blend de humor, ação e questões impares que só a publischer deve responder.


Explicando a coisa

O jogo coloca o gamer no controle da M.A.Y.H.E.M., uma agência com objetivo principal vetar os planos da L.E.G.I.O.N., um grupo de super-vilões que deseja executar seus planos de dominação mundial. Mas aqui a história não é a o mais importante e parece que isso se faz propositalmente, pois até mesmo os personagens do jogo dão dicas que vão te fazer pensar sobre o que deve ser feito, quase sempre com tons objetivos de atitude, sem deixar o jogador ir atrás da trama em questão.

Porém, mesmo com a participação mais ativa nas falas e na linha de atitudes que os personagens oferecem, o material não assume de forma expressiva um humor inteligente, declinando para o selo sem graça na coisa toda e notando, inclusive, uma forçada de barra durante alguns setores, onde rir é a última coisa que você vai fazer, mesmo na condição visual dos agentes, que lembram facilmente figuras de filmes hollywoodianos da década de 80.

Tecnicamente falando, as taxas de quadros variam demais e os bugs acontecem frequentemente, com um certo exagero na condição para futuras correções. Então, resumimos uma notinha 6 para um game que foi tentado. Mas não conseguiram vencer.