Melhor que a encomenda

19/10/2017

Terra-Média: Sombras da Guerra vale quanto pesa e traz imersão ao mundo onde ordem e progresso era na base da espada

Depois do sucesso em Sombras de Mordor, Terra-Média Sombras da Guerra oferece exatamente a continuação de uma história pra deixar críticos de cinema de queixo caído. Tudo porque a imersão em um ambiente guerrilheiro, misturado com aquele atrativo gostoso de jogar como vemos em títulos como Assassi´s Creed ou a série Arkham (Batman), coloca o jogador em estado de atenção o tempo todo, mesmo quando não há ação ininterrupta. Afinal, o game valoriza não apenas os passos conquistados durante o gameplay, mas também fascina por sua beleza, com detalhes de cenários que merecem ser notados.

Aos que não jogaram o primeiro game da série, há uma nova ameaça do Senhor do Escurosobre a Terra-Média, após a fabricação de um novo anel que atrai algumas entidades do passado para usufruir de sua força.

O game roda liso em boa parte da jogatina, mas ás vezes dá pra sentir uma necessidade de atualizações que, sem dúvida, virão.

Há uma vasta lista de conteúdos gerais, missões variadas e excelentes para serem executadas, com sistemas de lutas muito... muito empolgantes. E, conforme apontamos no início, dá aquele gostinho a mais de continuar jogando.

Outro ponto bacana do material é ver que seu personagem evoluiu conforme a história (sem spoilers, né?) e agora pode usufruir de poderes bem legais, aprimorados e mais intensos, com um "toque" que também presenteia o jogador, como as dinâmicas visuais em câmera lenta.

Espetacular no visual e totalmente localizado em português brasileiro, o jogo peca apenas nos rostos dos personagens. Às vezes perfeitos até demais e outras, nem tanto. Mas assinamos embaixo o sinal verde para uma excelente aquisição.